Carlinhos Maia é criticado por filmar mendigo e se revolta: 'Era muito mais feliz antes'

FolhaCarlinhos Maia é criticado por filmar mendigo e se revolta: 'Era muito mais feliz antes'

São Paulo

O humorista Carlinhos Maia, 27, mais uma vez vira o foco de uma polêmica. Desta vez, ele filmou um morador de rua dormindo nos Estados Unidos, onde passa alguns dias, e o comparou a um ator e aos mendigos do Brasil. “Pessoas da rua, como são diferentes. Impressionante. Até isso é diferente, pessoal. Parece um ator, gente”, disse.

A publicação causou a revolta em muita gente que achou o comentário discriminatório. Porém, Carlinhos resolveu se pronunciar sobre o caso. Chamado de preconceituoso, fez um desabafo e até pediu para que as pessoas parem de segui-lo no Instagram. Atualmente ele conta com 16 milhões de seguidores.

“A maldade é tão grande para tentar atrapalhar. Não vou parar de ajudar as pessoas, de brincar, de filmar. Me criticaram porque elogiei um mendigo, só achei ele bonitão e parecia ator”, disse.

Ele continuou: “Me taxam de preconceituoso e eu sendo gay. Me taxam de preconceituoso com negro e minha mãe é negra. Se não tiver satisfeito tira esse monte de números [de seguidores], não quero mais, não. Eu era muito feliz sem tanta gente assim. Era muito mais feliz do que hoje. Fazer o bem é crime”, disparou.

Carlinhos Maia mostrou uma ação social de um professor brasileiro que mora nos Estados Unidos e que tira moradoras de rua das praças. Ele se disse padrinho desse projeto. E voltou a criticar quem ele chamou de “gente do mal”. “Isso não é marketing, não. Poderia estar aqui todos os dias ganhando dinheiro. Vão lá seguir essas páginas do mal, não me segue não, pode sair tudinho.”

Também em viagem pelos Estados Unidos, Lucas Guimarães, marido de Maia, foi convidado a se retirar de um parque com amigos após usar uma bermuda com imagens ofensivas.